filmes de terror

Filmes de Ficção-científica

Filmes de comédia

Filmes de Aventura

Filmes de drama

Filmes de suspense

Filmes adolescentes

Filmes de ação

Clássicos

Filmes baseados em fatos reais

Filmes de Faroeste

Filmes de Animação

Franquias

Lançamentos

Filmes épicos

Filmes de fantasia

Filmes de romance

Filmes de Policial

Filmes de mistério

Filmes de Guerra

series de televisão

Notícias

Em breve

Especiais

segunda-feira, 19 de fevereiro de 2018

Clássica serie policial dos anos 80, Magnum vai ganhar um remake pelo canal CBS para a Fall-Season 2018-2019!

Bom dia meus amigos, hoje tenho uma nova notícia para vocês do canal aberto americano CBS é sobre o remake da clássica serie policial dos anos 80 chamada Magnum que foi exibida no canal de 1980 até 1988 e teve no total de 8 temporadas, e após o sucesso da nova versão da clássica serie MacGyver, agora é a vez de outra serie clássica dos anos 80 ganhar uma nova versão, e vocês podem conferir as novidades a respeito do projeto abaixo.
Resultado de imagem para Magnum serie
Resultado de imagem para Magnum serie
Resultado de imagem para Magnum serie
Resultado de imagem para Magnum serie
Peter Lenkov, responsável pelos remakes de “Hawaii Five-0” e “MacGyver”, está escrevendo o roteiro do piloto ao lado de Eric Guggenheim (do filme Desafio no Gelo). A nova versão é descrita como uma atualização do original. Vai girar em torno de Thomas Magnum (o antigo papel de Selleck), um ex-militar Navy SEAL condecorado que, ao voltar do Afeganistão, usa suas habilidades militares para se tornar um investigador particular, com a ajuda de outros veteranos – Theodore “TC” Calvin e Orville “Rick” Wright – e da ex-agente secreta do MI:6 Juliet Higgins.
A premissa é bastante similar à série criada por Donald P. Bellisario e Glen A. Larson em 1980, que durou oito temporadas na própria CBS. Selleck também interpretava um ex-militar, veterano da guerra da época, o conflito do Vietnã.
Fora a atualização temporal, a principal diferença está na apresentação de Higgins. O personagem, vivido por John Hillerman na atração original, agora será uma mulher.
O cineasta Justin Lin (diretor do filme Star Trek: Sem Fronteiras) vai dirigir o piloto do remake de “Magnum”. E caso a série seja aprovada pela rede CBS, ele ganhará crédito de coprodutor.
Lin já dirigiu dois pilotos que foram aprovados e viraram séries na rede CBS: “Scorpion” e “S.W.A.T.”. Ele também é produtor executivo de ambas as atrações.
Espero que gostem da nova postagem e até a próxima meus amigos!
Resultado de imagem para CBS

domingo, 18 de fevereiro de 2018

Nova prévia e novas novidades do esperado filme da Warner Bros dirigido por Steven Spielberg que estreia em março de 2018, Jogador N° 1!

Bom dia meus amigos, hoje tenho novas novidades para vocês do esperado filme da Warner Bros dirigido por Steven Spielberg que estreia na quinta-feira, no dia 29 março de 2018 nos Estados Unidos, Jogador N° 1 que ganhou um novo trailer e novos posteres que vocês podem conferir abaixo.
E um dos novos posteres faz referência ao clássico dos anos 80, lançado no ano de 1985, De Volta para o Futuro e esse poster é no estilo dos anos 80:
Jogador Nº 1





Vejam as informações anteriores no link abaixo:
-https://mattheuspitanga.blogspot.com.br/2018/02/novas-novidades-esperado-novo-filme-do.html
Vejam a sinopse abaixo:
Num futuro distópico, em 2044, Wade Watts (Tye Sheridan), como o resto da humanidade, prefere a realidade virtual do jogo OASIS ao mundo real. No jogo, seus usuários devem descobrir a chave de um quebra-cabeça diabólico, baseado na cultura do final do século XX, para conquistar um prêmio de valor inestimável. Para vencê-lo, porém, Watts terá de abandonar a existência virtual e ceder a uma vida de amor e realidade da qual sempre tentou fugir.
O filme é dirigido por Steven Spielberg, com o roteiro escrito por Ernest Cline (autor do livro de mesmo nome), Eric Eason e Zak Penn, no elenco do filme estão: Tye Sheridan (da franquia X-Men), Olivia Cooke (da serie Bates Motel e dos filmes Ouija: O Jogo dos Espíritos, A Marca do Medo e Eu, Você e a Garota Que Vai Morrer), Ben Mendelsohn (da serie Bloodline e do filme Rogue One: Uma História de Star Wars), Simon Pegg (dos filmes As Aventuras de Tintim: O Segredo do Licorne, Os Boxtrolls, Star War: O Despertar da Força), T. J. Miller (dos filmes Deadpool, A Ultima Ressaca do Ano e Emoji: O Filme),Mark Rylance (dos filmes Ponte dos Espiões e Dunkirk), Hannah John-Kamen (da serie Black Mirror e Killjoys),Letitia Wright (do filme Pantera-Negra), e Win Morisaki
Espero que gostem da nova postagem, e até a próxima meus amigos!
Resultado de imagem para Ready Player One 2018
Resultado de imagem para Ready Player One 2018
Resultado de imagem para Ready Player One 2018
Resultado de imagem para Ready Player One 2018
Resultado de imagem para Ready Player One 2018
Resultado de imagem para Ready Player One 2018
Resultado de imagem para Ready Player One 2018
Resultado de imagem para Ready Player One 2018
Resultado de imagem para Ready Player One 2018
Resultado de imagem para Ready Player One 2018
Resultado de imagem para Ready Player One 2018

sábado, 17 de fevereiro de 2018

Nova prévia e novas novidades do esperado Círculo de Fogo: A Revolta da Universal Pictures que estreia em março de 2018!

Bom dia meus amigos, hoje tenho uma nova novidade para vocês da Universal Pictures sobre a esperada sequência do filme Círculo de Fogo dirigido pelo aclamado diretor mexicano Guillermo del Toro lançado em 2013, e o filme vai estrear na sexta-feira dia 23 de março de 2018 nos cinemas dos Estados Unidos e falta um mês para a estreia e nessa semana ganhou novas novidades entre elas o novo trailer e um novo poster que vocês podem conferir abaixo:
Resultado de imagem para pacific rim: uprising AMC-Poster
Vejam os trailers anteriores do filme abaixo:

Vejam a sinopse do filme abaixo:
“O conflito global entre os monstros de destruição em massa vindos de outro mundo e as supermáquinas pilotadas por humanos que foram construídas para derrotá-los foi apenas um prelúdio para o assalto total à humanidade que veremos em Círculo de Fogo: A Revolta. John Boyega (o Finn da franquia Star Wars) estrela como o rebelde Jake Pentecost, um piloto de Jaeger que já foi promissor, e cujo lendário pai deu sua vida para assegurar a vitória da humanidade contra os monstruosos Kaiju. Jake desde então abandonou seu treinamento, apenas para se envolver no submundo do crime. Mas quando uma ameaça ainda mais impossível aparece para destruir nossas cidades e levar o mundo aos joelhos, é dada a ele uma última chance para honrar o legado de seu pai, com a ajuda de sua irmã Mako Mori (Rinko Kikuchi), que lidera uma corajosa nova geração de pilotos que cresceram sob a sombra da guerra. Eles procuram justiça pelos que se foram, e sua única esperança é se unir em uma revolta global contra as forças de extinção.
Jake é acompanhado pelo talentoso rival piloto Lambert (Scott Eastwood), e pela hacker de Jaegers de apenas 15 anos, Amara (Cailee Spaeny), enquanto os heróis do PPDC se tornam a família um do outro. Eles se revoltam para se tornarem a principal força de defesa que a Terra já teve, e se colocam no caminho de uma aventura inédita e espetacular, de escala gigantesca”. O filme é dirigido por Steven S. DeKnight (diretor,produtor e roteirista das series Buffy: A Caça-Vampiros, Angel, Smallville, Spartacus e Demolidor) com o roteiro escrito por Derek Connolly (roteirista dos filmes Monster Truck e Kong: A Ilha da Caveira), produzido por Guillermo del Toro, no elenco do filme estão:John Boyega (o Finn da franquia Star Wars),Scott Eastwood(dos filmes Esquadrão Suicida e Velozes e Furiosos 8),Adria Arjona(das series True Detective e Emerald City),Jing Tian,Karl Urban(da franquia Star Trek),Cailee Spaeny,Levi Meaden(das series The 100, Izombie e Legends of Tomorrow),Karan Brar e entre outros que participam da produção.
Espero que gostem da nova postagem, e até a próxima meus amigos!
New Poster For Pacific Rim Uprising




Resultado de imagem para pacific rim: uprising posters
Resultado de imagem para pacific rim: uprising
Resultado de imagem para pacific rim: uprising posters
Resultado de imagem para pacific rim: uprising posters
Resultado de imagem para pacific rim: uprising posters
Resultado de imagem para pacific rim: uprising trailer
Resultado de imagem para pacific rim: uprising trailer
Resultado de imagem para pacific rim: uprising trailer
Resultado de imagem para pacific rim: uprising trailer

Resultado de imagem para pacific rim: uprising
Resultado de imagem para pacific rim: uprising
Resultado de imagem para pacific rim: uprising
Resultado de imagem para pacific rim: uprising
Resultado de imagem para pacific rim: uprising

sexta-feira, 16 de fevereiro de 2018

Assassinato no Expresso do Oriente, nova versão cinematográfica da 20th Century Fox do clássico literário dos gênero mistério da escritora Agatha Christie!

Bom dia meus amigos, hoje tenho uma nova crítica de um dos novos sucessos da 20th Century Fox que é uma nova versão de um dos famosos clássicos literários da famosa escritora que é conhecida como a mestre do mistério e suspense policial literário que é a famosa escritora Agatha Christie que teve uma de suas primeiras obras literárias adaptada para o século XXI para a nova geração, e para aqueles que não conhecem essa obra como eu não conhecia até souber da nova versão lançada no mês de novembro de 2017, e que fiquei bastante impressionado com a história e sua trama como também no personagem principal criado pela escritora que é o famoso detetive belga fictício chamado Hercule Poirot.
E antes de seguir para a minha crítica a respeito do filme, eu queria chamar a atenção de vocês pelo seguinte o que me fez querer assistir a nova versão do filme? Bom, pois bem quando eu assisti aos trailers do filme fiquei impressionado e quando soube que era uma nova versão cinematográfica do primeiro livro da escritora eu pesquisei mais a fundo na internet e vi que o livro foi publicado no ano de 1934, que essa não é a primeira que a história é adaptada para os cinemas porque já houve a primeira vez no ano de 1974, e para eu que sou o crítico enquanto a nova versão não chegava com qualidade, eu fui assistindo a versão dos anos 70 para ter uma noção de experiência para quando a nova versão chegasse teria uma ideia de compara-la em certos padrões e para aqueles que não sabem também que a história do primeiro livro da antiga serie literária da escritora Agatha Christie do seu famoso personagem Hercule Poirot foi baseada em um crime que aconteceu na vida real da década de 30 e inspirou os acontecimentos do seu primeiro livro, e quando eu assisti a nova versão do clássico literário no domingo pude ver muitas diferenças da versão de 1974, e por isso bom assistir a primeira versão para os cinemas para eu ter uma noção da história e ficar familiarizado com a mesma e na opinião a nova versão do clássico literário “Assassinato no Expresso do Oriente” para mim é uma das melhores histórias de detetives, e também uma das melhores adaptações cinematográficas de livros de autores famosos e também um resgate às clássicas histórias de mistério e suspense e para quem fã do gênero vai entender o que estou falando e para quem não é podem até gostar e ao mesmo tempo é um filme de pura nostalgia ao que falei anteriormente às clássicas histórias de detetive.
A nova versão do livro têm com produtores de peso Kenneth Branagh, Ridley Scott, Simon Kinberg (roteirista e produtor da franquia X-Men), Mark Gordon, Aditya Sood, Michael Schaefer e Judy Hofflund, e assim como versão do ano de 1974, a nova versão do ano de 2017 tem o elenco de peso de tirar o fôlego e ainda mais que a maioria deles são grandes atores e atrizes com atuações impecáveis que dão um novo gosto para a clássica história literária da escritora, e ainda o roteirista da nova versão é o famoso Michael Green (roteirista dos filmes Lanterna-Verde, Logan e Blade Runner 2049).
E a nova versão do livro para os cinemas é dirigida, produzida e estrelada por Kenneth Branagh que é ator, diretor, produtor e roteirista que é conhecido pelos seus trabalhos anteriores que interpretou o personagem Gilderoy Lockhart no segundo filme da franquia Harry Potter que é Harry Potter e a Câmara Secreta e ainda participou do elenco da famosa produção premiada Dunkirk lançada em julho de 2017, e ainda têm como creditos como diretor em filmes como o primeiro Thor e no filme Cinderela, e como produtor em filmes como o segundo filme do Thor, e no Assassinato no Expresso do Oriente ele interpreta o famoso personagem fictício da serie literária de Agatha Christie que é o famoso detetive belga Hercule Poirot que para mim foi um dos melhores personagens desenvolvidos do longa, e até reconheço que a versão dele do livro teve uns pontos diferentes da versão da década de 70, e dentre esses pontos que foram mais darks do que na versão cinematográfica antiga.
Uma das primeiras coisas que eu quero abordar da minha crítica sobre o filme é que o epilogo da nova versão é um caso de um desaparecimento de uma joia na cidade de Jerusalém no ano de 1934 que foi alvo de um roubo e por causa desse roubo as 3 grandes religiões monoteístas da cidade que são Cristianismo, Judaísmo e Islamismo estão em confronto porque os representantes religiosos de cada uma dessas religiões estão acusando um ao outro sobre o roubo da joia, porém chega à solução do protagonista da história que é o detetive belga Hercule Poirot que logo de cara na sua introdução na história do filme podemos conhecer logo de cara o personagem que antes dele chegar ao caso vemos que ele é um homem que procura sempre trabalhar em busca do padrão perfeito, o personagem em si procura trabalhar com toda a precisão em busca do seu objetivo principal de chegar até a solução do mistério e ao mesmo tempo achar o culpado ou o responsável pelo crime cometido, uma das coisas em que a produção acertou foi na escolha da pessoa para fazer o detetive Hercule Poirot e a pessoa nada mais e nada menos para isso é o próprio diretor da produção em que conseguiu caracterizar na atuação, e ainda podemos ver que o mesmo conseguiu mostrar um dos lados do personagem não só nessa parte do filme como também em outras, Kenneth Branagh consegue dar um toque mais realista e ao mesmo tempo dark para a história onde na metade do filme podemos ver uma das características do detetive com relação à trama central coisa que não feita na versão de 1974, e outra característica que modificada na versão de 2017 para a versão de 1974 que eu queria abordar é que na versão dos anos 70 da história o início do filme mostrou os acontecimentos anteriores ao caso do Assassinato no Expresso do Oriente, que é o caso da menina de um ano Daisy Armstrong na nova versão o caso só apareceu na metade do filme o que significa é a narrativa da mesma queria se distanciar um pouco da antiga versão, mas também conhecemos essa. Velha História que sempre em remakes e reboots sempre vai ter modificações, mas por fim a nova versão do clássico literário merece créditos pelo trabalho da direção, atuação, produção, roteiro e performance do elenco.
Além disso, a produção do filme ainda conta com belíssimos figurinos e fotografias que dão grande destaque na mesma que são grandes cenários que vão desde o início como e é o caso das cenas na estadia dos personagens na cidade de Istambul na Turquia como é o caso da construção belíssima da estação do Expresso do Oriente parte porque tenho que admitir que nessa nova versão os custos foram bem altos ainda que capricharam para fazer uma grande produção de época, mas também a narrativa funcionou de forma bem lenta calma porque no filme pude perceber que os realizadores estavam fazendo dessa maneira para que os espectadores ficassem mais familiarizados com a trama e os personagens, mas diferente do filme original a nova versão do clássico literário teve um desenvolvimento mais emocional e profundo nos personagens centrais, porém sem aquele flashback que mostrou o caso da garotinha Daisy aqui eles fizeram uma versão fiel ao livro só que alguns toques diferentes e um pouco mais dark do que aqueles vistos na versão de 1974 como é o caso da interação dos personagens uns com os outros durante o caso de assassinato e mais ainda com o próprio detetive Hercule Poirot, e é nesse conto que a minha crítica vai explorar em relação ao filme.
E uma das coisas que tornou a produção forte foi o seu elenco que assim como na versão original é constituído de atores e atrizes de grandes produções de sucesso que caracterizam os clássicos suspeitos da trama do Expresso do Oriente, e dentre os grandes nomes estão: Kenneth Branagh, Johnny Depp, Daisy Ridley, Michelle Pfeiffer, Judi Dench, Penélope Cruz, Josh Gad, Leslie Odom Jr., Willem Dafoe, Derek Jacobi, Lucy Boynton, Olivia Colman, Tom Bateman, Sergei Polunin, Manuel García-Rulfo, Marwan Kenzari, Miranda Raison e Adam Garcia e todos desenvolvendo cada um dos seus papéis dos personagens do livro e o roteiro da história do filme faz uma grande homenagem aos filmes clássicos de detetive ou no caso de assassinato em um lugar onde todos os suspeitos se encontram e estão de alguma conectado, mas claro que a dinâmica da nova versão foi cheia de drama, adrenalina do que na primeira versão e ainda o filme trouxe aquela questão das redes de mentiras que são bem comuns em filmes e series da temática, mas aqui na produção a coisa foi também feita de uma maneira calma e lenta que é apresentando os personagens principais em seguida eles partindo para sua viagem em direção a cada um dos seus destinos, porém um grande acontecimento vai mudar o rumo da viagem deles onde todos estarão centrados em um grande mistério envolvendo o assassinato de um deles, mas em especial relacionado com o caso antigo que aconteceu nos Estados Unidos, e uma das coisas em que a produção acertou na direção em que queria trazê de volta para os cinemas foi modifica-la um pouco e ao mesmo tempo trazendo uma das primeiras histórias da famosa escritora Agatha Christie para a nova geração, se na nova Hollywood estamos tendo adaptações cinematográficas e televisivas de novas obras literárias e até de outros escritores famosos que tiveram muitas de suas obras adaptadas, e até viraram franquias cinematográficas famosas e até series de televisão de sucesso então é hora de sermos apresentados as aventuras. Do famoso detetive belga fictício Hercule Poirot de Agatha Christie.
No filme o foco principal do filme foi o assassinato ocorrido no expresso, e com esse acontecimento os outros personagens se tornaram suspeitos e ao mesmo tempo chaves diferentes para a solução do ocorrido, metaforicamente usei a palavra chaves para definir que cada um dos suspeitos é o autor do crime ocorrido, e também vocês nunca se perguntaram que em filmes e series dos gêneros sempre não têm esse tipo de coisa em histórias, mas aqui nas histórias da escritora em que o filme veio à luz não são aquelas investigações que têm aparelhos modernos para ajudarem no trabalho, porque aqui é que o filme resgata aquela velha formula e nostalgia das histórias de detetive em um ambiente clássico onde temos um detetive famoso, um corpo e os suspeitos no mesmo trem e o que resulta em uma grande dose de adrenalina e tensão para se encontrar o assassino, e ainda a formação do terreno se deve graças à atuação do elenco para formar as relações com cada um de seus personagens no filme até porque quando um grupo de estranhos fica preso em uma nevasca onde um dos passageiros aparece morto que no caso um deles se tornou o grande x do caso; Até porque um grande acontecimento dos Estados Unidos foi o motor do caso e que estava conectado com a vítima, mas tudo isso se deve porque a narrativa se aprofundando e ao mesmo tempo esclarecendo o espectador sobre o que está acontecendo, mas é a narrativa e interação dos personagens que vai revelando a história aos poucos e até porque todas as pessoas têm segredos, e aqui em Assassinato no Expresso do Oriente isso fica bem claro para quem está assistindo.
O filme em si traz de volta a importância de um grande ator que passou por vários problemas na sua carreira, que nesse caso é o Johnny Depp que foi alvo de críticas nesses anos de Hollywood por conta de seu novo comportamento em relação à sua antiga esposa em que ela o acusou de agressão e ainda quase acabou com as carreiras de ambos por conta desse escândalo, mas mesmo assim isso não impediu que os atores ganhassem novos papéis nas suas carreiras, mas até hoje Johnny Depp é visto com olhares negativos por conta do público feminino até hoje por causa desse antigo escândalo no seu antigo casamento, e também é um nome que é conhecido por interpretar grandes personagens desde normais, góticos, fantásticos e até engraçados, mas também Depp não conseguiu um papel de peso e fez produções menos conhecidas pelo público, mas a sorte dele mudou no final 2016, e agora em 2017 ele estrelou dois grandes filmes que sendo um deles é o Assassinato no Expresso do Oriente em que ele co-estrela a história como um personagem misterioso que é um empresário chamado Ratchett que durante o desenvolvimento do meio do filme podemos ver que ele é um personagem confuso e ao mesmo tempo paranoico que têm muitos segredos em relação ao seu passado e o papel desse personagem mostrou que Johnny Depp não perdeu totalmente seu brilho que conhecemos e ainda porque o seu personagem em si foi importante para a trama e não é só ele todos no trem com o tempo vão revelando seus segredos e ao mesmo o espectador vai descobrindo o significado do personagem de Johnny Depp para a trama ao mesmo tempo em que seu personagem está conectado com o grande sequestro que aconteceu nos Estados Unidos e que esse acontecimento só foi mencionado na metade do filme, mas diferente da versão do ano de 1974, a versão do ano de 2017 trabalha em um ritmo lento e não muito acerado e ao mesmo tempo dark para que a história não tenha tempo apenas de desenvolver a trama central da história como também os personagens que fazem. parte dela também, nessa nova versão ela busca desenvolver melhor os seus personagens e colocar o tom de drama e tensão no ar coisa que não foi feita na primeira versão.
O grande elenco do filme possui grandes nomes de Hollywood assim como a versão do ano de 1974, mas aqui como mencionei anteriormente a nova versão seguiu os padrões do livro da escritora Agatha Christie mesmo havendo algumas diferenças da versão literária e da primeira adaptação cinematográfica, mas fora isso o filme fez um grande jus ao livro da escritora, e ainda fez o mundo se interessar pelas suas obras de novo e ainda fez um grande sucesso porque trouxe o clima daquelas histórias clássicas de detetive e uma das coisas que a produção também caprichou foi na fotografia da região onde o mistério se desenrolava e ainda no filme tivemos uma cena de perseguição onde foi cheia de adrenalina e ainda tivemos um confronto armado envolvendo com um dos passageiros, mas uma das coisas que a produção conseguiu superar o foi desenvolvimento dos personagens e na trama central através de uma boa direção, e ainda numa época onde histórias de mistério e crimes noir estão voltando ao interesse do público assim como os gêneros suspense e terror, mas com uma nova roupagem moderna.
E ainda sobre o restante do elenco posso dizer que cada um teve um papel fundamental no filme, mas que alguns tiveram um desenvolvimento mais forte do que outros personagens que vou tratar aqui; como é o caso das personagens femininas interpretadas pelas atrizes Michelle Pfeiffer, Daisy Ridley e Penélope Cruz que desempenham um grande papel no filme e que foram essenciais para o mesmo e fundamentais para a trama do filme, e no elenco masculino tivemos Tom Bateman, Josh Gad e Leslie Odom Jr. Mas o filme tiveram outros que tiveram um papel mais discreto na trama e foram os menos importantes para a mesma que só tiveram fundamentação só final quando o mistério estava quase solucionado como é o caso de Judi Dench, Olivia Colman, Manuel García-Rulfo, Sergei Polunin, Lucy Boynton, Marwan Kenzari, Derek Jacobi e Willem Dafoe. Sendo que no caso de Williem Dafoe não teve um grande assim como no caso dos outros que citei agora pouco, porém isso não afeta a produção, mas claro a produção desenvolve os personagens mais interessantes para que os mesmo tornem a mesma favorável para o público que está acompanhando o filme.
Kenneth Branagh é a grande mente por trás da direção, produção e do famoso protagonista criado pela escritora, uma das razões para a produção ter chegado aos seus objetivos foi por conta da pessoa que comandou o projeto, além de dirigir e produzir o filme ao lado dos grandes produtores que eu citei acima, ele também estrelou a produção e ele conseguiu dar mais adrenalina e entonação para a mesma assim como deu um Hercule Poirot mais tenso e ao mesmo tempo focado na solução de um caso, o personagem em si na versão original era mais calmo, mas que usava o mesmo foco para encontrar uma pista e solucionar um crime, nos momentos de muita tensão vemos um Hercule Poirot como um personagem calmo nessa versão, mas com uma grande diferença onde ele como um detetive ele sempre procura fazer o seu trabalho e ao mesmo tempo procurando uma espécie de equilibro. Porque ele é o tipo de personagem que têm como armas para um grande mistério que são suas próprias inteligência, intuição e mente aberta para os fatos que acontecem ao seu redor, e também são as mesmas ferramentas que ele usa para descobrir a verdade, e ainda do filme têm mais entonação do que no filme original, e também no mesmo podemos ver um pouco do passado do detetive em que ele já teve um amor na vida, coisa que não foi explorado na versão de 1974, e ainda sua relação com os suspeitos foi se tornado cada vez mais tensa do que na primeira adaptação cinematográfica feita do livro só que com outra diferença é que nessa nova versão a produção usou os efeitos especiais na hora do trem ficar atolado na neve, e ainda o mistério mais dark e tenso do que na versão anterior.
E ainda o ator, diretor e produtor que estrelou o filme conseguiu dar a sua versão da famosa clássica história do Assassinato no Expresso do Oriente, e ainda mesmo que ele tenha colocado a menção do sequestro que ocorreu na versão anterior mesmo assim a trama do assassinato ocorrido no trem encaminhou de forma coesa, ou seja, em outras palavras conseguiu manter o equilibro por conta da história e ao mesmo tempo na narrativa e ao mesmo tempo da participação do elenco e ainda o final foi mais dramático e tenso do que na versão dos anos 70 até porque foi feita maneira mais de tirar a verdade dos suspeitos e ainda mostrar quem eles são de verdade, mas mesmo com essa mudança no enredo o filme segue a linha de narrativa do livro e do filme de 1974 mesmo com uma abordagem de um final bem dramático e tenso do caso do assassinato no Expresso do Oriente, e assim como no original o filme vemos o detetive Hercule Poirot lidando pela primeira vez com consciência pesada e ainda evitar a sua natureza de equilíbrio deixando uma lacuna para que nenhuma vida a bordo do expresso possa ser destruída, e com isso o filme passa uma mensagem bem interessante que as justiça têm outros meios sejam eles nos padrões da lei, ou seja, eles com as próprias de pessoas que sofreram uma grande perda, e também mostrou um grande quebra cabeça interessante encabeçado através de um assassinato que têm relacionamento com uma tragédia que é um sequestro que resultou na morte de uma vida inocente e acompanhado de uma teia de mentiras e segredos de tirar o fôlego, mas é uma mensagem interessante de se pensar e ao mesmo tempo a história do filme faz jus às clássicas histórias de mistério e ainda trouxe o espírito literário de Agatha Christie para uma nova geração de fãs, e ainda o filme terminou mostrando o detetive Hercule Poirot partindo é mais uma aventura, mas desta vez no Rio no Nilo, no Egito e com isso temos o surgimento de uma franquia cinematográfica baseada em uma famosa serie literária clássica de sucesso.
O filme foi satisfatório de início até o final onde houve boas atuações e ao mesmo tempo em que a produção se saiu muito bem no roteiro, nos efeitos especiais, visuais e até nos figurinos de época e ainda o filme representou a reunião de grandes astros em um só filme, porém só que alguns deles tiveram um desenvolvimento muito tardio, ou seja, em outras palavras foram encheção de linguiça no prato, ou melhor, dizendo no roteiro da história, porém com algumas modificações diferentes das daquelas vistas no livro e na versão de 1974, principalmente parte da descrição e características dos suspeitos enquanto os outros tiveram atuações incríveis, e sendo que alguns deles são atores novatos que superam os desafios no filme, e isso que posso dizer da nova adaptação de Assassinato no Expresso do Oriente.
O filme é dirigido, produzido e estrelado por Kenneth Branagh e conta com os produtores Ridley Scott (criador e diretor da franquia Alien), Simon Kinberg (roteirista e produtor da franquia X-Men), Mark Gordon, Aditya Sood, Michael Schaefer e Judy Hofflund, com o roteiro escrito por Michael Green (roteirista dos filmes Lanterna-Verde, Logan e Blade Runner 2049), e ainda o elenco do filme conta com Johnny Depp (da franquia Piratas do Caribe), Daisy Ridley (a Rey do filme Star Wars: Despertar da Força), Michelle Pfeiffer (dos filmes Scarface, As Bruxas de Eastwick, Batman: O Retorno, Lobo,Stardust - O Mistério da Estrela, Sombras da Noite e Mãe), Judi Dench (da franquia 007 e do filme O Lar das Crianças Peculiares), Penélope Cruz (nos filmes A Companhia do Medo, Sex and the City 2, Piratas do Caribe 4: Navegando em Águas Misteriosas e da serie American Crime Story), Josh Gad (dos filmes A Era do Gelo 4, Pixels,Angry Bids: O Filme,Padrinhos LTDA e  A Bela e a Fera), Leslie Odom Jr., Willem Dafoe (da trilogia Homem-Aranha e dos filmes Death Note e Liga da Justiça), Derek Jacobi (dos filmes Gladiador, O Discurso do Rei e Cinderela), Lucy Boynton (do filme February), Olivia Colman (da serie Broadchurch), Tom Bateman (da serie Da Vinci's Demons), Sergei Polunin, Manuel García-Rulfo (do filme Sete Homens e um Destino), Marwan Kenzari, Miranda Raison (da serie Spooks e do filme Spotless) e Adam Garcia (do filme Confissões de uma Adolescente).
Vejam a nota do filme abaixo:
Nota:8,2/10,0
Resultado de imagem para Murder on the Orient Express 2017 poster
E suas imagens:
Imagem relacionada
murder-poster4
Resultado de imagem para Assassinato no Expresso do Oriente 2017
Resultado de imagem para Murder on the Orient Express 2017















Resultado de imagem para Murder on the Orient Express 2017
Resultado de imagem para Murder on the Orient Express 2017
Resultado de imagem para Murder on the Orient Express 2017
Espero que gostem da nova postagem, e até a próxima meus amigos!